Nesta tarde, aqui Campo Grande, o presidente do Grupo Publique, Carlão da Publique teve o privilégio de conhecer o Sr Aldoir Pedro Teló! Um homem simples, afável e de uma simpatia extrema. Falaram de Senepol e de pecuária, paixão de 20 anos, numa atividade que mantém no Pantanal da Nhecolândia.

O Globo Rural dedicou um bloco inteiro, de 15 minutos, neste domingo (28/2), para mostrar a qualidade da raça Senepol. O programa é uma reprise da matéria veiculada no dia 6 de setembro de 2015, de autoria do jornalista José Hamilton Ribeiro, que visitou a fazenda do músico, compositor e pecuarista Almir Sater em Maracaju, no sudoeste de Mato Grosso do Sul, onde o artista mantém seu plantel Senepol PO da Marca BRM (Senepol BrandaMundo) .
Entusiasta da raça, durante a entrevista, Almir Sater destacou a rusticidade e a precocidade da raça e afirmou que, com menos tempo de pasto, o sangue do Senepol significa vantagem na hora de vender o animal. “Além de ficar pronto mais cedo, apesar de não ser zebu, o Senepol é resistente ao calor por causa da sua origem africana”, disse ele que também possui um projeto de cruzamento industrial Senepol x Nelore no Pantanal, da cidade de Rio Negro, MS.
Fonte: Grupo Publique

Nesta manhã de sexta-feira o presidente do Grupo Publique, o Carlão da Publique esteve na Fazenda Remanso, em Rio Brilhante MS. Genética Aditiva.

Asbia recebe visita do futuro presidente da NAAB e negocia convênios bilaterais

O atual vice-presidente, que assumirá o comando da entidade, elogiou a organização e a qualidade genética do mercado brasileiro

No dia 28 de janeiro, a diretoria da Associação Brasileira de Inseminação Artificial (ASBIA) recebeu a visita do Dr. Jay L. Weiber, vice-presidente da National Association of Animal Breeders (NAAB), organização norte-americana que reúne criadores e empresas voltadas à inseminação artificial e ao desenvolvimento de uma pecuária de qualidade. O motivo da visita foi a crescente importância do mercado brasileiro no setor e o início das negociações para a assinatura de convênios entre as duas entidades.

“Consciente sobre a importância do mercado brasileiro de inseminação artificial, priorizei o trabalho da ASBIA e escolhi o Brasil como alvo principal da minha gestão na América Latina”, disse o executivo, que será o próximo presidente da entidade, sediada em Columbia, Missouri, EUA.

Segundo Vivacqua, a visita marcou o início das tratativas para a assinatura de convênios entre a NAAB e a ASBIA, em duas frentes de grande relevância para o setor de inseminação artificial brasileiro: programas de qualificação e atualização técnica para o biênio 2016/2017 e padronização da indústria de sêmen no Brasil, por meio da ASBIA, e, nos Estados Unidos, via Certified Semen Services (CSS).

“Não há estrutura similar à ASBIA em toda a América Latina, em termos de representatividade, organização, fornecimento de dados do mercado e fomento à utilização de genética superior”, elogiou o Dr. Weiber, durante o encontro, em Ribeirão Preto (SP).

Estiveram presentes à reunião, pela ASBIA, Carlos Vivacqua (presidente), Sergio Saud (diretor técnico) e Felipe Escobar (do Conselho de Administração), além de Fabio Fogaça, do Comitê de Genética Americana, e do Dr. Jay L. Weiber.

Sobre a ASBIA
A Associação Brasileira de Inseminação Artificial (ASBIA) é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 26 de novembro de 1974, que congrega as empresas que se dedicam ao fomento da inseminação artificial, à distribuição de sêmen, materiais, equipamentos e outros produtos ligados à reprodução animal.

Seus objetivos são difundir e fomentar o uso da técnica, promover o aperfeiçoamento e o desenvolvimento do setor, através da utilização de novas tecnologias, ampliar o mercado, assistir aos associados em todos os interesses comuns e promover o melhoramento dos rebanhos brasileiros de corte e leite.

Foto legenda: A partir da direita, Felipe Escobar, Dr. Jay L. Weiber, Carlos Vivacqua Carneiro da Luz, Fabio Fogaça e Sergio Saud.

Atendimento à Imprensa:
Grupo Publique – publique.com
André Casagrande, tel. (11) 99105-1278
Béth Mélo, tel. (11) 98897-1375 / 99113-6513
Mylene Abud, tel. (11) 99595-3213

Evento será no Centro de Eventos do Pantanal e terá como tema “A pecuária de ponta a ponta”.

Cuiabá, capital mato-grossense, recebe a primeira etapa da edição de 2016 do Circuito InterCorte. O Centro de Eventos Pantanal será palco, nos dias 02 e 03 de março, do evento que percorre os principais polos de produção pecuária do País para disseminar tecnologia e fomentar discussões sobre a cadeia produtiva da carne. Promovida pela Acrimat – Associação dos Criadores de MT e pela Verum Eventos, a etapa de Cuiabá do Circuito InterCorte chega a sua quinta edição.

O evento engloba dois dias de workshop com palestras e debates e uma feira de negócios com empresas de referência do setor. O tema do Circuito InterCorte deste ano é: A pecuária de Ponta a Ponta, e reunirá os maiores especialistas de setores como tecnologia, genética, fazenda, frigorífico, distribuição e consumidor.

“Cuiabá é a cidade que reúne as melhores condições para ‘lançar o Circuito InterCorte’, já que é a capital do estado com maior rebanho no país. O evento, em Mato Grosso, reúne informações fundamentais num momento em que precisamos produzir mais em áreas cada vez menores. Levar essa tecnologia e conhecimento ao nosso público é essencial para a sustentabilidade e manutenção do negócio”, afirma Francisco de Sales Manzi, superintendente Associação dos Criadores de Mato Grosso, Acrimat.

“Este ano, mais uma vez, optamos por iniciar o Circuito InterCorte em Cuiabá, pois sabemos a importância que o estado de Mato Grosso tem para a pecuária brasileira. Espero que os produtores da região aprovem novamente a programação de palestras que preparamos e possam sair com novas informações e conceitos para seus negócios”, afirma Carla Tuccilio, Diretora da Verum Eventos.

Feira de negócios
Além de participar das palestras e debates, os participantes do evento poderão conhecer as novidades apresentadas pelas empresas na feira de negócios. Estão confirmadas para a etapa de Cuiabá as empresas Minerva Foods, DSM Tortuga, Dow AgroSciences, JBS, Ourofino, Prodap, Nutron, Novanis, Beckhauser, Estância Celeiro, ABS Pecplan, Rubbertank, CRI Genética, Romancini, Associação dos Criadores de Senepol do Brasil, Associação dos Criadores do Vale do Arino – Acrivale, Sindicato Rural de Juara, Deltagen, Trouw Nutrition, Casale e Real H.

IMAC
A programação do Circuito InterCorte também contará com o lançamento oficial, no dia 02 de março, do IMAC, instituto que irá promover a carne bovina e contar com um selo que vai atestar a qualidade do produto. Entre as finalidades do IMAC está o desenvolvimento de pesquisas e tecnologias para padronização de carcaças e melhoria na qualidade da carne, além de garantir um controle rigoroso na pesagem das carcaças e rastreabilidade da carne. O IMAC será um Serviço Social Autônomo, de interesse coletivo e de utilidade pública e será vinculado, por cooperação, à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Seneri Paludo, explica que o IMAC irá fortalecer e agregar valor à carne produzida aqui e com isso, Mato Grosso poderá ter acesso a mercados consumidores exigentes somando, assim, maior receita para toda a cadeia produtiva.“Um dos produtos do IMAC será o selo de qualidade da “Carne de Mato Grosso”, que atestará a qualidade da nossa carne e abrirá marcados importantes e lucrativos”.

Beef Week
Durante a semana da etapa de Cuiabá também ocorrerá a Beef Week, que consiste em uma semana de fomento ao consumo e à divulgação de informações de qualidade sobre a carne bovina, como procedência, benefícios e formas de preparo. A Beef Week Cuiabá ocorrerá nos dias 2, 3 e 4 de março, nos seguintes restaurantes:

– Mahalo Cozinha Criativa
– Seu Majó
– Getulio Grill
– Rock Burger
– Varadero Bar e Restô
– Meats Grill
– Cozinha dos Fundos Burger & Co

Cada espaço gastronômico terá um prato especial para a semana. “Queremos mostrar que a carne cabe em qualquer estilo de bar ou restaurante. Enquanto o setor produtivo se une no Circuito InterCorte para discutir melhorias e aprimorar a qualidade da carne, a cidade celebra”, explica Carolina Porto Paes Barreto, responsável pela organização da Beef Week.

Programação do Workshop
Confira as apresentações que serão realizadas na Etapa de Cuiabá do Circuito InterCorte:

Novas tendências do mercado e seu reflexo na modernização do modelo de negócio da pecuária FrancicoVila Sociedade Rural
A carne como ponto de partida para o sistema produtivo – O que o consumidor exige Cristiane Rabaioli Grupo Celeiro
Programas de fidelidade (o novo relacionamento do frigorífico com o produtor) José Alves Minerva Foods
O pasto como base do sistema de produção (sementes, adubo, defensivos) José Renato DOW/Fazenda Figueira
Desafios da recuperação de pastagens degradadas na Amazônia Moacyr Dias Filho Embrapa
A evolução nas opções genéticas para uma pecuária rentável Daniel de Carvalho CRI Genética
Nutrição – a ferramenta para dominar as oscilações sazonais e estruturar o processo Marcus Baruselli Tortuga
Suplementação – Opções para turbinar o processo Rodrigo Albuquerque Elanco
Confinamento estratégico – Histórico e perspectivas Rodrigo Goulart Cargill-Nutron
Os 10 mandamentos do manejo sanitário Marcos Resende Ourofino
Manejo racional (equipamentos e métodos) Renato dos Santos Beckhauser
Gestão na fazenda – atender às novas exigências do avanço tecnológico Bernardo Reis PRODAP
Métodos para a remuneração por qualidade Eduardo Pedroso JBS

Circuito InterCorte 2016
Para 2016 está prevista a realização de cinco etapas do Circuito InterCorte, evento itinerante que vem percorrendo desde 2012 alguns dos principais polos de produção pecuária do País. Desde a sua criação, o evento já contou com a participação de mais de 19 mil pessoas, das quais cerca de 80% pecuaristas. O Circuito InterCorte 2016 terá início em março, em Mato Grosso, passando por Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins, além da grande novidade que é uma etapa do evento na capital paulista, em junho, na Bienal de São Paulo.

Mais informações: www.intercorte.com.br

Informações para a imprensa
Attuale Comunicação – 11 4022 6824
Rodrigo Tomba – 11 99954 1884 – rodrigo@attualecomunicacao.com.br

Acrimat – 65 3622 2970
Maria Helena – 65 9933 9515 – ascom@acrimat.org.br

Uma foto histórica: Eduardo Biagi ex presidente da ABCZ e nelorista de expressão nacional e Cau Paranhos atual presidente  da entidade empenham total apoio à candidatura Fred Mendes na ABCZ.

Foto: Zzn Peres

Em suas viagens de campanha, Frederico Cunha Mendes, da Chapa ABCZ Unida, que já passou por vários estados brasileiros, recebeu várias manifestações de carinho e apoio. Pecuaristas das mais distintas localidades descrevem-no como uma liderança jovem, capaz de gerir a ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu) com a seriedade que ela exige. Seu próximo encontro será de 22 a 27 de fevereiro, durante a Expoinel Minas, no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG).

Na última semana, o candidato passou por Mato Grosso, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Pará, ouvindo as demandas dos associados, premissas essas que são realidade na gestão atual e base para seu plano de trabalho. “Conheci Fred em sua passagem por João Pessoa e fiquei muito satisfeito com suas propostas. É um rapaz muito competente, conhecedor profundo das necessidades da ABCZ”, disse o nelorista José Rômulo Moura, associado à ABCZ há três décadas.

A participação de Fred Mendes na Expoinel Minas, organizada pela Associação Mineira dos Criadores de Nelore, será estratégica. O evento deve reunir mais de 1.000 animais em julgamento e selecionadores de vários estados, presença que ganha reforço com a promoção de cinco leilões oficiais. A região Sudeste, em especial o Estado de Minas Gerais, reúne cerca de 50% dos sócio-pecuaristas da entidade.

Sobre o candidato – Fred Mendes, 46 anos, nasceu em Uberaba (MG), e acumula uma bagagem profissional de mais de 20 anos de contribuições à ABCZ. É Neto do lendário pecuarista Torres Homem Rodrigues da Cunha e filho de José Olavo Borges Mendes, que presidiu a entidade em três gestões.

Formou-se em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), tem Pós-Graduação em Reprodução Animal pela Universidade de Saskatchewan, no Canadá, e MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). É pecuarista e empresário bem-sucedido na área reprodutiva, sendo pioneiro no domínio da técnica de transferência de embriões e no uso da ultrassonografia aplicada à reprodução animal nas feiras de gado promovidas no Parque Fernando Costa.

Bem posicionado em relação às diretrizes necessárias para que a ABCZ continue evoluindo e acompanhando as necessidades de mercado, as propostas de Fred se sustentam em cinco pilares principais:

Melhoria Contínua da Prestação de Serviços – A meta é reduzir custos aos associados e aperfeiçoar os serviços já prestados. As formas de fazer isso é desburocratizando, dentro do possível, as regras do Serviço de Registro Genealógico, especialmente no que tange ao exame de DNA; desengessando o procedimento de comunicações e otimizando os processos vigentes, como já acontece com os criadores participantes do PMGZ, que passam a contar com acasalamentos gratuitos das matrizes inscritas no programa. Fred foi responsável por rodar o programa internamente e agora tem como meta capacitar os 105 técnicos para ofereçam assistência técnica total aos associados.

Representação e Participação Política – A ABCZ ganhou força e respeito com o passar das décadas, exercendo papel primordial junto à defesa da classe pecuarista e por que não dizer de todos os produtores rurais. É conselheira e interveniente na elaboração de políticas públicas que envolvam o setor e determinante quando na defesa da carne brasileira. Isso possível graças a parcerias com outras entidades-irmãs, às cadeiras que possui na Câmara Setorial da Carne Bovina, na Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA) e no Instituto Pensar Agro (IPA), que transmite ao Congresso Nacional a demanda do setor, através de suporte em iniciativas da Frente Parlamentar do Agronegócio.

Inserção de Gestão Empresarial – A entidade máxima do zebu nada mais é hoje que uma empresa de grande porte. Por este motivo, além da necessidade de se fazer mais com menos, aprimorar os serviços prestados e reduzir os custos dos associados, a gestão deve ser conduzida de forma igualmente profissional, algo já realizado e que será levado adiante. Um bom exemplo está no gerenciamento das finanças da ABCZ, com a implantação de uma “Central de Custos”, com cada receita aplicada no próprio departamento que a gerou. “Eu explico: dinheiro advindo do PMGZ será investido no próprio programa, assim como a receita com registros serão destinadas à melhoria do Serviço de Registro Genealógico e assim sucessivamente”, esclarece Fred. Além disso, o software de gestão da ABCZ – o Produz – passará por inovações e, da mesma forma que os técnicos de campo, passará a atender os associados em assuntos extra-genética (sanidade, nutrição, manejo e adubação de pastagens).

Otimização da Infraestrutura – ABCZ, ao longo das últimas gestões, dotou o Parque Fernando Costa de uma completa estrutura para realização de eventos de promoção do zebu. Adquiriu a Estância Orestinho (OT), uma área com 70 hectares onde são desenvolvidos pesquisas e eventos voltados à inovação, transferência de tecnologia e treinamentos para associados. “Pretendemos oferecer aos associados e seus colaboradores cursos gratuitos e presenciais sobre manejo e adubação de pastagens, sanidade, reprodução, nutrição e bem-estar animal”, informa Fred.

Melhoria da Comunicação em Todas as Frentes – A ABCZ percorre o país e ouve sistematicamente os associados através de reuniões, encontros, eventos, meios eletrônicos, ouvidoria e pesquisas. Faz das críticas e sugestões uma ferramenta de melhoria contínua. A associação recebeu reclamações quanto à impossibilidade de consulta às datas de comunicação das cobrições. Essa questão já foi resolvida, da mesma forma que se tornou possível conferir e corrigir informações pendentes que necessitariam de um atendimento extra.

Essas são apenas algumas das propostas de Fred, que podem ser acessadas na íntegra no hotsite www.fredpresidenteabcz.com.br.

Acompanhe também nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/fredpresidente

Instagram: instagram.com/fredpresidente

Twitter: twitter.com/fredpresidente

Youtube: Fred Mendes

ATENDIMENTO À IMPRENSA
Pec Press® – Imprensa Agropecuária
Adilson Rodrigues – Jornalista Responsável (Mtb 52.769)
Robson Rodrigues – Coordenação
Telefone: (11) 9-8642-8773
adilson@pecpress.com.brrobson@pecpress.com.br

Paranoá Senepol vende 300 produtos no Leilão Produção Máxima, dia 5 de março

Um evento completo. Assim pode ser considerado o Leilão Virtual Produção Máxima Paranoá Senepol, marcado para 5 de março, a partir das 14h00, com transmissão do Canal Rural. A empresa de Eldino e Guilherme Zeli oferta 300 animais, entre 60 touros, 15 matrizes, 10 bezerras e mais de 200 animais comerciais meio-sangue Senepol.

“Colocamos nossa experiência de oito anos de seleção nessa oferta do leilão, para dar ao mercado a chance de acessar uma genética avaliada e desenvolvida para produzir resultado”, afirma Guilherme Zeli. “A Paranoá já se consolidou como um dos grandes criatórios do País e vai mostrar nesse leilão volume e muita qualidade, que a gente acompanha de perto desde que eles começaram”, comenta JR Fernandes, da S+, empresa que assessora o leilão.

Os touros serão comercializados entre 18 e 24 meses, todos com avaliação de carcaça e do Geneplus, da Embrapa. As matrizes descendem de genética superior selecionada na fazenda, em Três Lagoas/MS, e as bezerras têm alto potencial genético, descendem de grandes doadoras com importantes genearcas do Senepol brasileiro e mundial.

A Paranoá Senepol também apartou em sua propriedade em Inocência/MS, mais de 200 animais frutos de cruzamento industrial com Senepol, para brindar o mercado com produtos de alto valor agregado. “Venderemos esses animais para mostrar do que é capaz um touro Senepol na pecuária de corte, até porque foi esse resultado que nos convenceu a selecionar a raça, lá atrás”, lembra Zeli.

É o segundo leilão da marca, que em 2015 estreou evento próprio vendendo genética de doadoras e bezerras que hoje já estão qualificadas e produzindo em diversos planteis. O Leilão Produção Máxima Paranoá Senepol oferece, para os animais puros, rotas de entrega em todo o Brasil, além da facilidade de pagamento em 36 parcelas. A S+, que divide a condução do leilão com a Alpha Assessoria e a Programa Leilões, colocou no ar o site http://leiloes.senepolmais.com.br/producaomaxima com todas as informações do evento, dos lotes e vídeos de tudo o que será ofertado. É só navegar e se programar.

Carlão da Publique nessa amanhã durante café da Manhã em Uberaba com a empresária Cláudia Helena Monteiro, da Revista Pecuária Brasil e Natália Escobar, jornalista e editora da Revista. Vem aí muitas Andanças.

Pecuaristas de Pernambuco participam de encontro com candidato à presidência da ABCZ

Fonte: Sociedade Nordestina dos Criadores

Em uma noite bastante prestigiada, o presidente da Sociedade Nordestina dos Criadores (SCN), Emanuel Rocha, recebeu, na última terça-feira (16), no auditório da entidade, os pecuaristas de Pernambuco para um encontro com o candidato à presidência da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), Frederico Mendes, que, na ocasião, teve apresentou seu plano de gestão aos produtores rurais.

“Estamos abrindo espaço para todos os candidatos à presidência da ABCZ a fim de que nossos associados possam conhecer as diversas propostas e, assim, estarem aptos a escolher em quem votar na próxima eleição que será em agosto”, disse Rocha. Também estiveram presentes ao evento o atual presidente da ABCZ, Luiz Cláudio Paranhos, além de diretores da entidade.

Falando aos presentes, o candidato Frederico Mendes destacou como pontos principais da sua plataforma de campanha a melhoria dos serviços e a redução de custos para os associados; a realização de uma gestão transparente, ética e profissional com os olhos voltados para o futuro da pecuária brasileira, além de trabalhar em defesa de uma pecuária moderna, competitiva e sustentável.

Por sua vez, o atual presidente da ABCZ, Luiz Cláudio Paranhos, falou sobre a posição de destaque que a entidade ocupa no cenário nacional não só como centro de referência da pecuária brasileira do gado Zebu, mas também como principal representante do setor no Brasil, país líder mundial na produção de gado de corte. Para ele, essa representação política tem trazido para a ABCZ uma responsabilidade muito maior que exige de seus dirigentes um grande comprometimento e disponibilidade para conduzir a entidade de forma competente.

Para Emanuel Rocha, a realização dos encontros com os candidatos é de grande importância, pois é mais uma forma de estimular uma ativa participação dos criadores em sua entidade de classe. “O associativismo é uma das armas mais eficientes para o fortalecimento da categoria de produtores rurais, pois é por meio dele que os pecuaristas podem juntar forças para defender seus legítimos interesses e reivindicar as ações devidas pelos poderes públicos”, afirma.

ATENDIMENTO À IMPRENSA

Pec Press® – Imprensa Agropecuária

Adilson Rodrigues – Jornalista Responsável (Mtb 52.769)

Robson Rodrigues – Coordenação

Telefone: (11) 3876-8648 / 9-8642-8773

robson@pecpress.com.br