NeloreCEN leva ‘shopping de animais’ para Expozebu!

Trabalho do criatório preza a sinergia entre o melhoramento genético e a funcionalidade.

Um ‘shopping’ com animais das raças Nelore e Sindi, selecionados com ênfase em rusticidade, equilíbrio e performance, em que pecuaristas e investidores poderão fazer as suas compras e participar de uma happy hour. Esta é a novidade que o NeloreCEN levará para a Expozebu 2019, que acontece em Uberaba/MG, de 27 de abril a 5 de maio. Esta também é a primeira vez que o criatório de Carlos Eduardo Novaes venderá seus animais durante o evento,  considerado a maior exposição de zebuínos do mundo.

No shopping, que funcionará durante todo o período da Expozebu, na sede da Leilopec, das 9 às 20 horas, serão disponibilizadas prenhezes, fêmeas, machos, lotes de embriões e de sêmen da raça Nelore, além de três fêmeas e um touro Sindi. “Nossa equipe estará à disposição dos criadores e, diariamente, das 17 às 20 horas, ofereceremos uma happy hour aos participantes”, convida o pecuarista Carlos Eduardo Novaes, o Cadu.

Ainda durante a Expozebu, o NeloreCEN promoverá um leilão, no dia 3 de maio, às 14 horas, na Leilopec. Na mesma data, Cadu Novaes será homenageado com o Mérito ABCZ, prêmio criado pela Associação Brasileira dos Criadores de Zebu como reconhecimento às personalidades que desenvolvem trabalhos em prol do melhoramento da pecuária zebuína.

Sobre o NeloreCEN – A história do NeloreCEN teve início em 1965. Iniciando com o gado controlado e registrado, desde o princípio os trabalhos focavam prioritariamente o aumento da produtividade, preservando a caracterização racial, utilizando sempre as mais modernas técnicas, desde 1970 a inseminação artificial e, mais recentemente, a transferência de embriões.

O criatório seleciona reprodutores e matrizes na Fazenda Crioula, em Valparaíso (SP), e tem seu rebanho avaliado por dois programas de melhoramento. A genética NeloreCEN está distribuída por todo o Brasil e em diversos países como Argentina, Paraguai, Bolívia, Peru, Colômbia, México, Angola e Moçambique.