Congresso ABAG enaltece o novo consumidor!

O Grupo Publique e a Plataforma AgroRevenda acompanham nesta segunda-feira, dia 3 de agosto, o Congresso Brasileiro do Agronegócio (CBA), organizado pela Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG). Um evento transmitido ao vivo pela internet, com participantes no auditório do WTC, em Sao Paulo, e e espalhadas por outros estados brasileiros.

Tendo como lideranças  Marcello Brito, presidente do Conselho Diretor da ABAG, e o CEO da B3, Gilson Finkelsztain, que abriram o evento. Na sequência, falaram a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Tereza Cristina; o secretário da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Gustavo Junqueira; o deputado federal e presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Alceu Moreira, e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

O  evento contou com 3 painéis: ‘O Agro Brasileiro e a Crise Global’, Mercado Financeiro, Seguro e Crédito Rural’ e ‘O Agro e A Nova Dinâmica Econômica, Social e Ambiental’. E participação de especialistas e profissionais como o Embaixador do Brasil junto à União Europeia, Marcos Galvão; Grazielle Parenti, presidente do Conselho Diretor da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA); Márcio Lopes de Freitas, presidente do Sistema OCB; Paulo Sousa, presidente da Cargill no Brasil; Roberto Campos Neto, Presidente do Banco Central do Brasil; Fábio Zenaro, diretor de Produtos Balcão, Commodities e Novos Negócios da B3; Ivandré Montiel da Silva, CEO da BrasilSeg; Pedro Fernandes, diretor de Agronegócio do Itaú BBA; Celso Luiz Moretti, presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA); André Guimarães, diretor Executivo do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia IPAM / Coalizão Brasil; José Roberto Mendonça de Barros, sócio diretor da MB Associados, e o filósofo Luiz Felipe Pondé.

O jornalista William Waack moderou os painéis, que foram formados por um depoimento de importantes personalidades nacionais, seguido por avaliações de especialistas dos segmentos do agronegócio e da economia, da indústria alimentícia, de institutos de pesquisa e do comportamento social e humano. A jornalista Renata Maron conduziu a apresentação geral do evento.

Entre os vários assuntos discutidos, destacaram-se o papel do Agro na manutenção do superávit das exportações, a garantia de alimentos na mesa dos cidadãos brasileiros, se o segmento terá oportunidades de ampliar suas exportações em produtos como a carne e os grãos e quais serão os riscos para o setor nesse período; as consequências da crise sanitária no mundo; as inovações e digitalização no campo que estão revolucionando o modo de produzir, colher, gerenciar os cultivos e os animais; a mudança no hábito dos consumidores, que estão em busca por alimentos mais saudáveis e ambientalmente responsáveis, com a valorização de mercados nas origens da produção; a união da produção do campo, do processamento nacional e da exportação como importante para enfrentar o desafio do agro no mercado externo, sobretudo perante a imagem brasileira nos dias atuais; o impacto da crise do ponto de visita financeiro; os mecanismos de financiamentos e instrumentos de crédito, além dos bancos tradicionais, como fintechs, operação de barter, os traders, entre outros; se as mudanças decorrentes da pandemia serão duradouras ou passageiras; a retomada da economia e a ligação com a diminuição do impacto ambiental de suas atividades, mantendo seu compromisso com as metas estabelecidas no Acordo Verde (Green Deal); as inovações e digitalização no campo que estão revolucionando o modo de produzir, colher, gerenciar os cultivos e os animais, e a mudança no hábito dos consumidores, que estão em busca por alimentos mais saudáveis e ambientalmente responsáveis, com a valorização de mercados nas origens da produção.

O encerramento do Congresso Brasileiro do Agronegócio foi feito pelo presidente da ABAG e o ex-ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, atual coordenador do GVagro da FGV.