Publique e o sucesso da campanha Asbram

Os profissionais Cairo Rodrigues e Priscila Pontes, do Grupo Publique, apresentaram nesta última quinta-feira, dia 16, os resultados de quatro meses de trabalho da campanha ‘#Suplementação’, lançada pela Associação Brasileira das Indústrias de Suplementação Mineral (ASBRAM) para incentivar e informar o pecuarista sobre a importância e necessidade do uso da suplementação na nutrição dos rebanhos bovinos de corte e leite do Brasil. A apresentação foi realizada para os diretores da entidade, em São Paulo, e enfatizou o sucesso alcançado junto aos produtores dos principais estados produtores.

A primeira peça publicitária foi lançada no dia 17 de abril, ganhou os espaços institucionais da entidade e as redes sociais, destacando que o uso de suplementos minerais “vai bem no cocho”, “vai bem no gado” e “vai bem no bolso”. A equipe do Grupo Publique trabalhou na criação de dezenas de outras peças, desenvolveu conceitos sobre o tema, foi responsável pela postagem dos emojis escolhidos como símbolos da principal mensagem da ação e pelo monitoramento junto às redes sociais. A campanha foi idealizada pelo criador Gutche Alborgheti.

“Procuramos ser criativos e simples nas mensagens, utilizando imagens modernas, ligadas à conectividade, com intensa participação na web, incluindo os emojis e a participação nas redes sociais”, justificou Carlos Alberto da Silva, o Carlão da Publique, CEO do Grupo Publique. De lá para cá, o trabalho atraiu 2.500 seguidores, com um significativo crescimento de 70%, principalmente nos últimos dois meses. “Apresentamos todas as métricas e o resultado alcançado, que foi excelente. É uma satisfação comprovar hoje que a campanha é um sucesso entre os associados ASBRAM, as empresas parceiras, a imprensa, as revendas e os consumidores finais”, analisaram Cairo e Priscila.

O objetivo central da Asbram é reforçar entre os criadores brasileiros que uma boa nutrição dos animais, balanceada, com ingredientes de procedência, pastagens de qualidade e uso de suplementos minerais resulta em aumento do ganho de peso, da produção de bezerros, do peso à desmama, da eficiência alimentar e na redução na idade ao abate.

O setor de suplementação mineral do Brasil movimenta hoje perto de 2,8 milhões de toneladas, por meio de 409 empresas. O Produto Interno Bruto (PIB) da pecuária nacional alcança R$ 1,5 bilhão e o Brasil é o maior exportador mundial de carne bovina do planeta. O consumo mundial de carne bovina deve se elevar no mundo todo. Somente na China, o incremento deve ficar em 1,6 milhão de toneladas. Porém, o boi brasileiro é pouco intensivo em insumos modernos. Basta ver que o mercado de suplementos minerais movimenta três bilhões de reais, enquanto a pecuária movimenta mais de 100 bilhões de reais.

“A ASBRAM é o sustentáculo desta revolução e a campanha faz parte desta lógica de trabalho, que vamos imprimir até o fim de 2019. Estamos divulgando a importância da suplementação na nutrição animal e gerando valores às empresas da cadeia”, explicou Ademar Pereira Leal Filho, presidente da ASBRAM. “Nosso imenso rebanho hoje pode ser divido em dois. Um que usa a suplementação e consegue render mais na fazenda, e outro que precisa entrar neste mundo novo, moderno. Estamos fazendo um Brasil só, para crescer, promovendo o incremento do suplemento mineral para todo este universo do segmento”, comemorou a vice-presidente executiva da Asbram, Elizabeth Chagas.