Novo presidente da ABCB Senepol prega confiança

“Precisamos acreditar mais no Brasil”, diz presidente eleito da ABCB Senepol. Itamar Netto foi eleito nesta sexta-feira e pretende fazer uma gestão participativa e expandir a atuação da entidade no País

A Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol) passará a ser conduzida, a partir de 2020, pelo pecuarista Itamar Netto. A eleição, que confirmou o nome do criador para o cargo, aconteceu na última sexta-feira (13/12), em Uberlândia/MG. Associados de todo o Brasil votaram presencialmente e por correspondência, totalizando 100 votos válidos.

Mineiro de Uberlândia, Itamar Netto é produtor rural desde 1970 e, há 14 anos, dedica-se exclusivamente à seleção de Senepol no município de Porteirão/GO. Uma das propostas da nova diretoria é expandir a atuação da entidade pelo País. “Nossa principal missão será levar o conhecimento sobre a raça e os serviços da entidade para criadores em todo o território nacional. Para isso, faremos reuniões itinerantes em diversas regiões. Também implantaremos uma gestão empresarial, tornando a prestação de serviços ao criador mais ágil”, diz Itamar Netto. A ABCB Senepol conta atualmente com 689 associados, mas atendeu, em 2019, um total 1.018 criadores.

Otimista com o futuro do País, Itamar Netto acredita que 2020 será um ano muito promissor para o agronegócio. “Precisamos acreditar no Brasil e reverter o sentimento de que esse país não tem jeito. Após vários anos de baixos preços da arroba, o que acabou levando muitos produtores a abandonar a pecuária, agora, chegamos a um bom momento, com o preço da arroba mais justo. As medidas econômicas tomadas pelo Governo Federal também devem refletir positivamente na economia. Cabe ao produtor continuar fazendo a sua parte, adotando tecnologias para produzir alimentos de qualidade e com rentabilidade”,  reforça o novo presidente da ABCB Senepol.

Em 2020, a raça Senepol completará 20 anos de seleção no Brasil. Para o atual presidente da associação, Pedro Crosara, que ficará no cargo até 31 de janeiro, a raça comprovou ser altamente produtiva em todas as regiões do País. “Nos últimos três anos, conseguimos escrever novos e importantes capítulos para o Senepol no Brasil. Colocamos o País no pioneirismo da genômica para a seleção da raça, uma inovação que trará ainda grandes avanços para o rebanho nacional, ajudando a identificar, de forma mais rápida e segura, animais de valor genético superior”, garante Crosara.

A futura Diretoria comandará a entidade no triênio 2020-2022. A posse está marcada para 1º de fevereiro, em Uberlândia. Segundo Crosara, o processo de transição já terá início na próxima semana. Também fazem parte da futura Diretoria: Artur Eduardo Monassi (Vice-Presidente); José Wilson Rezende (Diretor Financeiro); Humberto Eustáquio dos Reis (1º Tesoureiro); Celso Dionísio Pereira (2º Tesoureiro); Frederico Augusto Franco e Corsi (Diretor Administrativo); Marcelo de Almeida Felício (1º Secretário); Aluísio Vieira Favaro (2º Secretário); Giuliano Jorge Wassall (Diretor de Marketing); Alberto Diniz Zerlotini (Diretor de Eventos); Paulo Eduardo Garcia (Diretor de Relações com o Mercado); Karina Tittoto Melo (Diretora de Relação com o Associado); e Fábio Luís de Mello Oliveira (Diretor de Relações Internacionais).

Sobre a ABCB Senepol
A entidade é delegada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) no Brasil para a execução do Serviço de Registro Genealógico da raça Senepol e do Programa de Melhoramento Genético da Raça Senepol (PMGS). O Brasil é referência mundial na seleção da raça e conta com um rebanho de mais de 108 mil animais registrados.