Genética Aditiva é case em Uberaba (MG)

A Genética Aditiva foi o grande destaque do “Fórum da Pecuária Eficiente”, encontro promovido pela Alta Genetics e que reuniu mais de uma centena de pecuaristas, pesquisadores e profissionais do segmento em Uberaba (MG), na sede da empresa.

O evento foi aberto com uma cerimônia de premiação dos melhores parceiros da Alta e o criatório Sul-matogrossense foi escolhido pelo touro alojado que mais vende doses de sêmen, o REM USP, com cem mil doses em um ano. É a segunda vez que o REM USP atinge a primeira marca entre todos os animais da central. O prêmio foi recebido por Eduardo Folley Coelho, diretor de negócios da Genética Aditiva.

Na sequência, o pesquisador Fernando Baldi, da Universidade Estadual Paulista (Unesp), apresentou a palestra “Seleção Genômica: avanços, lições e oportunidades”. Até o fim da tarde, o fórum apresentou cinco casos de sucesso com o trabalho de seleção Genômica para melhoramento de rebanhos.  Foram apresentados os históricos e desafios dos negócios Nelore Vera Cruz, Agronova Nelore, Tulipa Agropecuária, Nelore Produção e Genética Aditiva.

Em sua fala, Eduardo Coelho salientou que o trabalho genético na fazenda começou em 1999, selecionando fêmeas para precocidade sexual em fêmeas. Em 2003, o criatório realizou o primeiro leilão de gado avaliados de Mato Grosso do Sul e, onze anos depois, a GA entrou no Geneplus. “Hoje, temos 40 touros em centrais e estamos acelerando o projeto de genotipagem. Nossa meta é termos, em dois anos, 100% do rebanho genotipado”, revelou.