Documentário sobre Senepol destaca história do Prime Rate Ranch

A história do Prime Rate Ranch, criatório localizado na região central da Flórida, nos Estados Unidos (que vendeu seu rebanho e, a partir de 2012, passou a se dedicar à distribuição de embriões e sêmen), de propriedade da criadora Maggie Martinez, é destaque no documentário Senepol – A Raça do Futuro, produzido pelo Canal Rural.

Em entrevista à equipe de filmagem, Maggie detalhou as viagens ao lado seu marido Art Martinez, falecido em 2013, pela Américas do Sul, Central e Austrália para a disseminação da raça.

Art e Maggie, entusiastas da raça Senepol

“Fizemos grandes amigos no Brasil. Para nós foi uma experiência extraordinária conhecer todos esses lugares e, principalmente, estabelecer uma relação com pessoas”, afirmou.

Um dos principais interlocutores de Art no Brasil foi o presidente do Grupo Publique Carlos Alberto da Silva, o Carlão. Em recente episódio do Fala Carlão!, ele lembrou de viagens ao lado do casal Martinez e dos trabalhos de comunicação desenvolvidos para o Prime Rate Ranch. Assista aqui.

Clique aqui e assista ao documentário.

A história do criatório foi contada, também, na primeira edição da Revista Senepol, editada pela Publique Editora.

Leia um trecho da reportagem:

Por muito tempo, a Prime Rate Ranch deteve o título de maior rebanho de Senepol da região continental dos Estados Unidos, graças à aposta em tecnologia e genética de ponta. O casal Art e Maggie Martinez não mediu esforços para fazer do rebanho uma referência mundial. Nesse sentido, realizou a maior aquisição de animais da Castle Nugent e da Annaly Farm, dois criatórios formadores da raça, situados na Ilha de St. Croix, no Caribe.

Foi a maior importação realizada de Senepol para os Estados Unidos procedente da ilha. Na época, a Prime Rate Ranch importou 67 animais, dentre eles, 52 exemplares da Castle Nugent e 15 da Annaly Farm. No lote estavam o touro CN 6614 Belo, detentor do quesito máximo de quatro estrelas para maciez da carne, avaliado pela GeneStar, e a fêmea WC 7749, mãe de animais provados como o touro WC 36 e a novilha WC 8495, que fizeram história na raça.

Senepol para o mundo

A genética do Prime Rate Ranch foi exportada para várias partes do mundo. Costa Rica, Guatemala, Nicarágua e Panamá são países da América Central que possuem animais Prime Rate. Do Caribe foram exportados produtos para a República Dominicana, Porto Rico e Ilhas Cayman.

Na América do Sul, negócios foram realizados no Brasil, na Argentina, na Colômbia, no Paraguai, na Venezuela, no Equador e no Peru. E não é apenas as Américas que possuem animais ou produtos Prime Rate Ranch. Criadores da Austrália também adquiriram a genética do criatório.

O relacionamento de Art Martinez com o desenvolvimento da raça no Brasil foi intenso, tanto que o criatório é o primeiro membro internacional da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol). “A equação de carne no mundo passa pelo Brasil e filiar-se a uma associação brasileira é uma forma de participarmos e contribuirmos nessa equação”, comentou Martinez na época da filiação.

Toda a genética foi transmitida através dos touros, do sêmen, das novilhas e dos embriões comercializados. O Programa de Embriões Prime Rate Ranch, autorizado pelo USDA – Departamento de Agricultura dos Estados Unidos – permitiu ao criatório coletar e congelar embriões tanto para uso doméstico quanto para exportação.