Para mostrar eficiência de touro PO, ABCZ lança projeto Carne de Zebu

A Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) apresentou nesta semana o projeto Carne de Zebu. A intenção da entidade é mostrar a eficiência da utilização de touros Puros de Origem (PO) de raças zebuínas na produção de carne.

“Faremos esse estudo a campo em rebanhos comerciais, entregando ao mercado dados específicos dessa genética registrada para a produção de carne de qualidade”, comenta Henrique Ventura, Superintendente Adjunto de Melhoramento Genético da ABCZ.

O projeto está em fase experimental. Para essa etapa piloto, entidade fechou parceria com Rubens Catenacci, da Fazenda 3R, em Mato Grosso do Sul, que se voluntariou para participar do programa. “A carne de qualidade depende da precocidade e é isso que nós, pecuaristas, temos que preocupar em fazer. Esse é o caminho”, comemora o pecuarista. .

Os animais terão controle zootécnico até o abate, com suporte da equipe da ABCZ. O técnico Haroldo Vellasco, detalha que os animais serão pesados ao desmame e ao sobreano, sendo que nesta última fase será medido o perímetro escrotal de todos os animais, avaliação visual e ultrassonografia de carcaça. “E no abate técnico avaliaremos a qualidade da carne”, afirma.

Para garantir que todos os touros serão testados em condições iguais, os acasalamentos serão ao acaso e com o mesmo número de vacas. Serão utilizados os melhores touros avaliados no Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos (PMGZ), incluindo os classificados no PNAT (Programa Nacional de Avaliação de Touros Jovens).

Cada rebanho colaborador do projeto Carne de Zebu, obrigatoriamente, avaliará genética de 10 reprodutores diferentes. “Com esses dados, conseguiremos ter acesso às DEPS de qualidade de carcaça e de qualidade de carne dos nossos animais”, afirma o superintendente Henrique Ventura.

Fonte: ABCZ