Encontro Senepol tem Sumário Genômico e Curso

O evento atraiu visitantes de todo o País e teve ainda degustação de carne, leilões, aula prática e mostra de animais.

Do pasto ao prato, os avanços da raça dentro e fora das porteiras foram apresentados durante a terceira edição do Mega Encontro do Senepol. O principal evento da raça no Brasil reuniu, de 30 de agosto a 7 de setembro, no Parque de Exposições Camaru, em Uberlândia/MG, visitantes de todo o País que conheceram desde a qualidade dos animais até o sabor e a maciez da carne Senepol.

No interior do recinto, o “Espaço Mundo do Senepol” contou com uma mostra de 119 animais puros e 45 exemplares meio-sangue e tricross, pertencentes a criatórios de vários estados, dentre eles Bahia, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rondônia e São Paulo. Segundo o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol), Pedro Crosara, a demanda pela genética Senepol vem crescendo, assim como por informações sobre a raça. “Por isso, durante o Mega Encontro, realizamos o Curso PMGS para Criadores, que foi uma oportunidade para difundir todas as tecnologias disponíveis para a evolução do Senepol”, conta o presidente. Participaram cerca de 120 pessoas, entre pecuaristas e formadores de opinião de várias partes do Brasil.

Durante os dois dias de curso, uma novidade apresentada foi a nova edição do Sumário PMGS de Touros, que traz, pela primeira vez na história da raça, DEPs Genômicas. “Os bancos de dados genealógicos, fenotípicos e genotípicos usados foram os mais completos e seguros possíveis para esta finalidade. A metodologia estatística ‘single-step GBLUP’, adotada para a predição da DEPs genômicas, é reconhecida, atualmente, como a melhor opção pela comunidade científica internacional, sendo a eleita para as maiores avaliações genômicas de bovinos de corte”, explica Gilberto Menezes, pesquisador da Embrapa Gado de Corte.

O professor adjunto da UNESP Araçatuba, José Fernando Garcia, reforça que o Senepol está incorporando a genômica da forma mais moderna e produtiva que existe atualmente no mundo e utilizando-a da forma mais correta. “O PMGS criou uma população de referência com mais de cinco mil animais que possuem, além do genoma, as informações genotípicas. Com isso, através dos cálculos da Embrapa/Geneplus, o programa consegue gerar as DEPS com acurácia muito mais elevada”, acrescenta Garcia, que também é membro do Conselho Deliberativo Técnico da raça Senepol e consultor da Agropartners Consulting.

Aula prática- O Mega Encontro também foi um momento de aprendizado para universitários do curso de Agronomia da UNIPAC de Uberlândia. O superintendente Técnico da ABCB Senepol, Celso Menezes, recebeu o grupo para uma manhã de aulas teórica e prática. Os estudantes apresentaram sobre a origem do Senepol, padrão racial e seu uso em projetos pecuários para produção de carne, especialmente em cruzamento industrial.

Carne de qualidade na churrasqueira – A degustação de carne foi outro ponto dentro da programação do Mega Encontro que atraiu os apreciadores de um bom churrasco. Nesta edição, a novidade foi a presença do grupo “As Braseiras”, que vem mostrando, há três anos, porque as mulheres estão conquistando cada vez mais espaço no universo da carne. “Queremos fomentar a participação das mulheres na pecuária e em eventos do setor e, através disso, divulgar as boas práticas na criação de gado para toda a sociedade. Promovemos cursos para ensinar mulheres a fazerem churrasco e, também, realizamos palestras e participamos de eventos como o Mega Encontro”, diz Carolina Barretto, pecuarista e idealizadora das Braseiras que já atuou por vários anos na indústria da carne no Brasil e na América do Sul. Foi a primeira vez que as Braseiras assaram carne de Senepol e a experiência surpreendeu. “É uma carne muito padronizada e macia”, acrescenta Carolina.

A ideia de dar “um tom mais rosa” para as degustações da carne Senepol veio do Núcleo Feminino do Senepol (NFS). “A mulher sempre atuou no agronegócio, mas, muitas vezes, de modo informal. Agora, a participação formal, como uma importante gestora dos negócios, vem crescendo. Queremos reforçar cada vez mais esse papel da mulher como uma profissional do agro totalmente capaz de agregar novos conceitos e tecnologias à pecuária brasileira. E as Braseiras representam muito bem essa contribuição feminina, mostrando à comunidade em geral como o produtor brasileiro é eficiente na produção de carne de qualidade”, assegura a coordenadora do NFS, Rubia Barra.

E quando o assunto é churrasco, ninguém melhor que o agrônomo e especialista em carnes nobres, Roberto Barcelos, para trazer as novidades desse segmento que cresce a cada ano. Ele já tinha preparado churrasco na edição do ano passado do Mega Encontro e, desta vez, voltou acompanhado do filho, Lucas Barcelos, mostrando que a nova geração está atuando fortemente para construir o caminho de sucesso da carne brasileira no cenário mundial. “O mundo ainda não sabe que o Brasil produz uma das melhores carnes do mercado internacional e com uma diferença importante, que é a pecuária a pasto e a terminação com grãos. Isso faz com que a carne tenha um sabor especial, sem deixar de ter as características desejadas de acabamento. Muito em breve, as marcas de carne vão começar a exportar mais produtos de qualidade e aí será uma grande revolução para a pecuária nacional”, destaca Roberto Barcelos, que conduziu o churrasco da segunda noite de degustação do Mega Encontro a convite da Ala Jovem Senepol.