A maior “porteirada” do mundo foi na Carpa

Carpa colhe frutos de quase meio século de dedicação ao melhor Nelore

“A Carpa sempre acreditou no potencial do Nelore e se dedicou com excelência ao melhoramento do rebanho. São 17 gerações do núcleo PO priorizando a seleção de pureza racial, privilegiando os índices desejáveis e transferindo toda a qualidade genética da seleção para a base comercial. É o momento do Brasil se consolidar na função de principal fornecedor de proteína animal para o mundo e o Nelore já comprovou, nas mais adversas situações, que é a melhor raça para produzir carne com eficiência nos trópicos”, disse o criador Eduardo Biagi. A declaração acima é do mentor da equipe Carpa, o selecionador Eduardo Biagi, ela respalda a credibilidade do criatório e reflete toda a confiança que o mercado demonstrou durante a realização do 41º Leilão Mega Anual Carpa em forma de lances, disputas, aquisições e valorizações coerentes com o atual cenário de expansão dos contratos de exportação da carne brasileira.

O leilão dividido em duas etapas apresentou e vendeu quase 4,5 mil animais no primeiro dia. Entre lotes filmados e os que passaram pelo tatersal da Fazenda Cibrapa, em Barra do Garças, MT, foram apresentados na transmissão virtual um total de 182 touros PO, 615 fêmeas comerciais virgens, 612 fêmeas comerciais prenhes e 3.036 bezerros de corte. “A Carpa é uma fazenda de cria, mas com a evolução do manejo nas áreas de ILP e a produção de feno e silagem no residual da soja conseguimos melhorar os nossos índices para fazer a reposição e ainda ter esse volume de fêmeas de campo para dispor ao mercado. As novilhas levam no sangue e no ventre uma carga genética consistente que é transferida do gado de seleção e por isso elas são procuradas”, conta o gerente de pecuária Marcos Junqueira Cardoso.

Na categoria dos touros deve ser destacado deste evento um dos princípios mais fortes do trabalho da Carpa, que é o de utilizar os reprodutores PO durante uma estação de monta, antes de vender. Com isso os animais chegam treinados na propriedade do comprador e deixam no rebanho da Fazenda Cibrapa a carga genética da geração mais evoluída do criatório. Isso significa que os bezerros comerciais vendidos no leilão são filhos da geração de touros que saíram no ano anterior e dessa categoria um fato inédito e surpreendente marcou o mundo da pecuária no último final de semana. Um único comprador arrematou toda a bezerrada Carpa. O pecuarista Kiko Quagliato, da Fazenda Favorita, sede do projeto 20@, de Nova Crixás, GO não perdeu nenhum bezerro da oferta e nos últimos lotes lançou para preferência de dar a chamada “porteira” em 514 animais de uma só vez. “Esse cliente tem cartão fidelidade do Mega Carpa há muito tempo e nós sabemos que o projeto para produção de carne de exportação foi bastante ampliado. Vários relatos que o Kiko nos trouxe de outros anos são de que o gado da Carpa no confinamento é o que chega ao peso de abate com cobertura adequada de gordura mais rápido dentro do confinamento, então ele sabe o que levou para casa e como é muito arrojado sabe também qual será a condição dos contratos e da demanda do mercado internacional”, diz o gerente de pecuária Luis Otávio Pereira Lima.

O segundo dia do 41º Mega Leilão Anual Carpa vendeu 123 fêmeas PO e dois garrotes de exceção do núcleo de seleção da Carpa.

O evento que é o maior em volume e qualidade de animais de um único criatório registrou crescimento de médias de 85,97% e uma evolução geral de 115,59%. O diretor da Programa Leilões comemorou o resultado e disse que a Carpa é um modelo a ser seguido. “O Brasil tem que ver esses números. O leilão da Carpa mais que dobrou de tamanho. O Duda sempre disse que graças ao Nelore e ao trabalho criterioso ele consegue fazer uma pecuária de ciclo curto e de longo prazo. Foi uma honra poder contar essa história junto com a equipe da Carpa, das leiloeiras e consultorias especializadas”, disse Paulo Horto.

Veja todas as médias por categoria do 41º Mega Leilão Anual Carpa:

Bezerros de Corte (3.036): R$ 3.627,58 | R$ 13,58/kg
Fêmeas Comerciais Virgens (615): R$ 3.848,29 | R$ 12,52/kg
Fêmeas Comerciais Prenhes (612): R$ 5.858,82 | R$ 11,71/kg
Touros (182): R$ 18.019,78
Fêmeas PO (123): R$ 13.492,68
Garrotes PO (02): R$ 94.050,00.