Adrianny Prata, fala sobre a parceria da Prata Agropecuária com o Grupo Publique, dentro dos 30 anos de atuação no agro. #grupopublique #conteúdoétudo #30anos

 

Carlão da Publique e o saudoso Dico, o dono do melhor olho que o Zebu já viu. No primeiro escritório do Grupo Publique, na rua Caraibas, 434, no bairro da Pompéia, em São Paulo. #grupopublique #conteúdoétudo #30anos

Nesta foto, Carlão da Publique quando ainda não era o Carlão da Publique, mas sim o Carlos da Pecplan Bradesco. Este clique foi feito em março de 1986, na Fazenda Santanna da Serra, em Cajuru (SP), então pertencente à Kênia Agrícola e Pecuária, da família do nosso amigo José de Castro Rodrigues Netto. Carlão tinha 20 anos de idade e cursava o 2º ano de Jornalismo na PUC/SP

Está sendo realizado nesta quinta-feira e sexta-feira, dias 29 e 30 de novembro, em Botucatu (SP), o treinamento anual dos técnicos de campo do Serviço Brasileiro de Certificações para atualização em todos os protocolos que a empresa atua.

A SBC reuniu todos os técnicos, do Brasil inteiro. Profissionais representando os estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul e Espírito Santo. O foco é manter o trabalho comprometido e melhorar sempre os procedimentos. E manter o leme firme no lema “Certificar para AGREGAR!”.
#certificarparaagregar #sbcert #sisbov #globalgap #pecuaria #agricultura #treinamentos

SRC Farms foi a grande vencedora da competição, levando 13 títulos.

A Associação dos Criadores de Gado Jersey do Brasil anunciou as grandes campeãs do Circuito Nacional da Raça Jersey 2018 – CNRJ. A solenidade de premiação foi realizada no último sábado (24/11), em Curitiba/PR, e consagrou o criatório SRC Farms, de Indaial/SC, que conquistou ao todo 13 títulos na competição, incluindo o Grande Campeonato. A fêmea Surena Giller Tenfen EX 95, de propriedade de Nelson Eduardo Ziehlsdorff, sagrou-se Bicampeã Nacional do Circuito, sendo a única vaca no Brasil a ganhar, em um mesmo ano, duas etapas da competição. Nos últimos anos, ela vem colecionando títulos nas principais exposições do país, dentre elas a Festa do Leite, a Feagro e as etapas do CNRJ.

Criador de Jersey desde 1995, Nelson Ziehlsdorff credita o sucesso de Surena e de outros animais da SRC Farms nas pistas de julgamento aos constantes investimentos que vem fazendo em genética e ao uso das mais modernas ferramentas de seleção. “Neste ano de 2018, Surena competiu com mais de 500 animais da raça Jersey. Acho que nenhuma vaca foi testada no Brasil desta forma nos últimos 10 anos. Ela está sendo preparada para seguir nas pistas em 2019 e participará de um programa de aspiração. Fechou a quinta lactação com 9.453,00 kg de leite – 4,78% de gordura e 3,98% proteína. Em resumo, esta excelente vaca foi Tricampeã da Festa do Leite e Tri Suprema das raças – em Presidente Getúlio; Tricampeã da Festa do Colono, em Itajaí;  Suprema das raças, Bicampeã Nacional Etapa Braço do Norte e Campeã Nacional Etapa Itajaí 2018”, diz Nelson. Outras fêmeas do criatório que conquistaram títulos importantes foram: a Reservada Campeã Fêmea Jovem Nacional 2018SRC Marisol Comérica do Vô Guilherme e a Reservada Campeã Nacional Vaca Jovem SRC Tina Marie I Pod do Vô Guilherme – TE MB 88, que também foi Reservada Campeã Vaca 2 Anos Sênior Nacional 2018 e Reservada Campeã Vaca Jovem Nacional 2018.  SRC Tina Marie I Pod do Vô Guilherme – TE MB 88 faz parte de uma parceria com a  Cabanha Ypoti.

Localizada em Indaial/SC, a SRC Farms possui hoje o maior projeto privado de doadoras na América do Sul, tanto da raça Jersey quanto da Holandesa, importando mais de 300 embriões todos os anos. A propriedade vem investindo, ainda, no controle sanitário com veterinário responsável e programas de Transferência de Embriões e Fertilização In Vitro constantes. Segundo o proprietário, o objetivo dos projetos é multiplicar os melhores animais, seja em produção ou índice genômico. “Todos nós, criadores e produtores de leite, temos sempre como objetivo criar e multiplicar bons animais com saúde, longevidade e tipo funcional, e que gerem resultado financeiro para a propriedade. A raça Jersey já provou ser uma excelente alternativa para atingir esse objetivo”, assegura Nelson que é, também, diretor-presidente da Associação Catarinense de Criadores de Bovinos, que congrega criadores de Jersey e de Holandês, e proprietário do Grupo Semex.

As milhares de revendas agropecuárias espalhadas pelo território brasileiro vão ganhar um novo e destacado espaço nas publicações do Grupo Publique. O setor representa uma marca indiscutível de energia e qualidade do trabalho desenvolvido pela indústria e pelo varejo do segmento para atender o produtor rural de nosso país. Cinquenta anos como elo vital de ligação entre as tecnologias criadas pelas empresas e os usuários que fizeram do nosso país a segunda potência do setor no planeta. Uma história que você acompanha cotidianamente no site www.agrorevenda.com.br e nas páginas da Revista AgroRevenda. E agora dentro do espaço Canal AgroRevenda, na web. Aguarde!

Luiz Fernando Tamassia, Diretor de Inovação e Ciência da DSM, conta sua história com a foto que deu origem a logo do Grupo Publique e parabeniza a empresa pelos seus 30 anos. #grupopublique #conteúdoétudo #30anos

Única publicação especializada no segmento destaca como revendas podem se tornar parceiras e obter ainda mais lucros na atividade.

A ideia surgiu há dois anos, no Centro-Oeste brasileiro. Expandir o trabalho, promovendo e transformando o setor com união e fortalecimento dos negócios por meio de objetivos comuns de gestão, profissionalização, investimentos e aquisições. Unir um ‘player’ do mercado e transformá-lo em um grande parceiro. A AgriRede deu tão certo em Goiás, Mato Grosso e Tocantins que, no fim de ano, reuniu mais  de duas centenas de distribuidores de insumos agropecuários de todo o Brasil para expandir a atuação às regiões Sul, Sudeste e Nordeste. Pois a AgriRede Brasil, potência que reúne 49 grupos e negócios conjuntos de até R$ 400 milhões, é o destaque da reportagem de capa da edição 75 da Revista AgroRevenda.

A matéria mostra o trabalho que eles desenvolvem para diversificar e ampliar as culturas com que as revendas trabalham, passando para hortifrútis, cana-de-açúcar, citros, café, pastagens e grãos, além de criar uma expertise internacional, salto que pretendem dar já em 2019, ao se associarem a grupos semelhantes dos Estados Unidos, que, aliás, inspiraram a criação da rede brasileira de negócios.

“A Andav apoia a iniciativa desde o início, quando colocamos os  nossos associados em contato com os propósitos da rede que já atua nos EUA. Temos certeza de que os resultados serão satisfatórios, assim como a nova relação que vai surgir com esta expansão”, analisou Henrique Mazotini, presidente executivo da Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (Andav).

“Vamos expandir nosso trabalho, promovendo e transformando o setor com união e fortalecimento dos negócios por meio de objetivos comuns de gestão, profissionalização, investimentos e aquisições. Juntos, podemos transformar cenários, reduzir custos, além de encontrar novas possibilidades de investimentos e oportunidades que aparecem no agronegócio brasileiro”, saudou Oswaldo Abud Rocha Filho, presidente da AgriRede, sócio da Casafertil, distribuidora de insumos agropecuários localizada em Goiás.

Na entrevista especial, a AgroRevenda traz a análise sóbria e sempre antenada do economista, apresentador de televisão, empreendedor, palestrante, dono de consultoria, colunista de revistas e jornais impressos, autor de livro e comentarista de rádio Ricardo Amorim. Ele não tem medo de afirmar que vamos viver uma ‘fase de ouro’ para os distribuidores. “Os senhores estão na hora certa, no lugar certo. Basta arregaçar as mangas e trabalhar. O mundo vai continuar crescendo, precisando de alimentos, e o Brasil é chave para isto, independentemente de pequenos tropeços”, cravou.

A edição traz, ainda, os primeiros dados do Censo Rural do IBGE, que desvenda um panorama rico para revendas agropecuárias enxergarem novos investimentos e negócios. O lançamento do Primeiro outpet do país e o recado dos nossos articulistas internacionais: revendas precisam controlar lotes de produtos, garantir validade, procedência e eficiência operacional, além de influenciar fornecedores e clientes sobre o fluxo transparente de informações.

Acompanhe, também, a cobertura completa dos eventos da Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG),  ForAgri 2018 e o projeto de bezerros sustentáveis lançado em Mato Grosso, uma ação conjunta do Grupo Carrefour e Iniciativa para o Comércio Sustentável (IDH). E confira a cobertura do Congresso ANDAV 2018, o maior evento de distribuição de insumos agropecuários do mundo. Setecentos participantes e mais de 100 empresas debateram o futuro do segmento e pediram crédito e reconhecimento ao Agro Brasil.

A AR 75 permanece orientando o agrodistribuidor com matérias, artigos, análises e dicas: as funções de análise e concessão de crédito devem ser exercidas por pessoas que não participem dos processos comerciais da empresa; o agronegócio brasileiro vai permanecer crescendo, mas precisa de margens melhores e uma sociedade menos agressiva e que jogue a favor do segmento; safra de verão é tempo de focar na execução do planejamento de vendas realizado, gestão de carteira efetiva e a proximidade com os clientes; a ideia é buscar mais do que ser um vendedor, ser um consultor ao criar relevância, ressonância e valor.

E ainda mais: as revendas que atendem as fazendas nas regiões mais longínquas do território brasileiro, as principais tecnologias lançadas pela indústria para atender os produtores, as notícias de mercado e das empresas, e as principais perspectivas para o Agronegócio do País.

Sobre o Grupo Publique – O Grupo Publique é uma empresa especializada em criar soluções sob medida para o negócio de clientes com foco no Agronegócio brasileiro. Há 30 anos, produz conteúdo para publicações próprias, como a Revista AgroRevenda, a Revista Senepol e a Newsletter Semanal Publique News. Presta Consultoria em Marketing, publica revistas, jornais, livros e produtos editoriais customizados, como o Noticiário Tortuga I DSM. Promove Eventos, Palestras e Atividades de Relações Públicas, oferece Assessoria de Imprensa e Marketing Digital, mantém Banco de Imagens e trabalha como Agência de Propaganda no planejamento de campanhas e gestão de marca. O Grupo também atua na comercialização e na captação de patrocínios para eventos, leilões e dias de campo.

O zootecnista Victor Eduardo Sala chega ao Cenatte em um bom momento do mercado de genética.

O Cenatte Embriões, uma das maiores empresas do mundo no setor de produção e transferência de embriões, está investindo na ampliação de sua equipe para atender à grande demanda no País por genética bovina de qualidade.  O zootecnista Victor Eduardo Sala assume o cargo de Coordenador de Desenvolvimento do Cenatte e terá como principal desafio a elaboração de projetos inovadores capazes de contribuir para o avanço genético dos rebanhos e a melhoria da rentabilidade das fazendas. Com duas graduações em áreas diferentes, mas complementares, ele acumula uma vasta experiência em gestão, produção animal e melhoramento genético. Além da formação em Zootecnia pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da UNESP Jaboticabal, Victor é administrador de empresas e tem MBA em Marketing Estratégico.

O profissional chega ao Cenatte em um bom momento do mercado de genética. O Brasil é o maior produtor de embriões bovinos do mundo e vem ampliando, nos últimos anos, os acordos bilaterais com outros países para a exportação do produto, como ocorreu recentemente com a Guatemala. A expectativa da empresa é fechar o ano com crescimento de dois dígitos. “Será um grande desafio para a minha carreira, pois o Cenatte é referência internacional em biotecnologias de reprodução, e, ao mesmo tempo, uma oportunidade de desenvolver projetos inovadores para o setor, que atendam às necessidades dos pecuaristas e contribuam para o melhoramento genético do rebanho”, diz Victor, que iniciou sua carreira na indústria frigorífica e, depois, atuou em grandes fazendas produtoras de genética e em empresas de melhoramento animal.

Além de reforçar a equipe, o Cenatte também está investindo na modernização de sua infraestrutura laboratorial da unidade matriz, em Pedro Leopoldo/MG, para aprimorar sua capacidade produtiva e o controle de qualidade dos processos internos de produção de embriões. Estão sendo adquiridos diversos equipamentos da linha laboratorial de produção de embriões e, também, equipamentos destinados à prestação de serviço da equipe veterinária a campo.

Sobre o Cenatte Embriões – Pertencente ao Grupo Semex, o Cenatte Embriões, há mais de 30 anos, desenvolve técnicas de reprodução animal no Brasil. Entre elas, congelamento de embriões, sexagem e superovulação, além de coleta e transferência de embriões. No Brasil, sua sede está localizada em Pedro Leopoldo (MG). A empresa conta com 14 laboratórios parceiros distribuídos por todo o território nacional e com unidades localizadas na Argentina, na Colômbia, na Costa Rica, no México e no Paraguai.

 

O leiloeiro, amigo e parceiro João Campo fala sobre a comemoração dos 30 Anos do Grupo Publique. #grupopublique #conteúdoétudo #30anos